Alimentação na Menarca

Alimentação na Menarca

25012729.tif

A menarca (a primeira menstruação de uma mulher) tem acontecido cada vez mais cedo entre nossas meninas e cabe às mães prepará-las para esse momento, física e psicologicamente. Afinal, é um momento de mudanças no corpo que muitas vezes afetam também como elas se vêem e se comportam. Por isso, conversamos com a nutricionista Ana Carolina Moraes Costa para saber quais os cuidados alimentares que devemos ter nesse momento.

Mãe, Amor Maior: Antigamente, a menarca acontecia entre os 14 e os 15 anos. Hoje, é comum ouvirmos histórias de meninas que menstruaram pela primeira vez aos 9 anos. Esse adiantamento é influenciado pela alimentação?

Ana Carolina: Estudos mostram que o modo de vida, a alimentação, os exercícios, o clima, os estímulos hormonais gerados pelos pensamentos das crianças, entre outros fatores, adiantam a menarca. Mas também existe muita divergência nas pesquisas: alguns dizem que é apenas uma questão genética ou que é uma mudança acontecida a partir de certa geração. Não há um consenso.

Para mim, isso já é uma consequência das mudanças alimentares que, aliadas a outros fatores, estão afetando nossas crianças. A alimentação das crianças atualmente é muito industrializada e alguns estudos mostram que o excesso de alimentos industrializados e de gordura altera a produção hormonal. Um exemplo é o consumo exagerado de carnes ricas em hormônios ou produtos industrializados, ricos em temperos industriais que possuem resquícios desses hormônios.

Outro fator é o consumo de gorduras saturadas, que também estimula a produção fora de padrão de hormônio. Antigamente, nossas crianças eram desnutridas. Agora, elas são obesas desnutridas, pois não possuem aporte nutricional. Antes, precisavam consumir mais gordura para produzir hormônio. Hoje é o contrário, elas possuem uma alimentação rica em gordura e outros nutrientes não-saudáveis, que pode mudar o metabolismo também.

Há ainda a falta do sono. As crianças têm ficado mais tempo acordadas e menos tempo dormindo, o que faz com que elas produzam menos hemácias. A hemoglobina não fica tão saudável, o que também altera o metabolismo e pode afetar a produção de hormônio e, consequentemente, a menarca.

Mãe, Amor Maior: Com a menarca, qual deve ser a preocupação das mães em relação à alimentação?

Ana Carolina: Com uma alimentação saudável, em qualquer período da vida. Na menarca, mais especificamente, ela deve estar atenta ao consumo adequado de proteína, porque o organismo vai começar a produzir outras enzimas e o sistema imunológico começa a expulsar o sangue do útero. A matéria-prima para tudo isso são as proteínas, então é necessária a ingestão de proteínas saudáveis e de gordura de forma controlada – nem em exagero, nem em pouca quantidade.

Mãe, Amor Maior: Sempre ouvimos dizer que as adolescentes anoréxicas não menstruam. De que forma isso se relaciona com a alimentação?

Ana Carolina: Isso acontece porque elas não ingerem gordura o suficiente. Se a jovem não consumir uma quantidade de gorduras saudáveis vindas de alimentos como o atum, o azeite e frutas oleaginosas, ela pode atrasar a menarca ou a menstruação. O oposto também é verídico – o consumo exagerado de gordura na infância ou na adolescência pode adiantar a menarca. Por isso precisa haver o equilíbrio.

Mãe, Amor Maior: Depois da menarca, a jovem precisa comer mais ferro ou alterar algum hábito alimentar?

Ana Carolina: Não necessariamente ela precisa comer MAIS ferro, mas ela precisa sim consumir alimentos com ferro, assim como em toda fase da vida. A menarca é apenas mais um estágio da vida que acontece dentro da normalidade do corpo. Se o corpo está em equilíbrio, não é necessário realizar nenhuma mudança.

Mãe, Amor Maior: E quais os cuidados alimentares durante a TPM?Chocolate(bgFFF)

Ana Carolina: Com a menarca também começam as ansiedades e as mudanças de humor. A criança passa a ser uma mulher. E como nós nos defendemos da TPM? Com o cacau, 30g por dia, castanhas e amendoins. Ou seja, aprendendo a ter uma alimentação que produza serotonina.

Durante a TPM temos uma necessidade maior de comer coisas que tragam prazer, porque o corpo diminui a produção de serotonina, que é o hormônio do prazer. O chocolate é buscado culturalmente no Brasil, mas em outros países são outras coisas.

No período de menstruação a gente também expele cromo, que está ligado à saciedade e ao hormônio do prazer. Então é necessário ingerir alimentos com mais cromo, vitaminas B6 e B12, como ameixa seca, iogurte e cereal. Isso deve fazer parte do dia a dia, mas na TPM é interessante caprichar nesses alimentos.

Até mesmo antes da menarca já é possível começar a se preparar com a alimentação saudável. É preciso conscientizar a menina, até porque vai começar um período de vaidade e esta é uma fase que favorece o acúmulo de gordura corporal. Ter uma alimentação saudável previne problemas futuros de obesidade, celulite etc.

Mãe, Amor Maior: Nos primeiros anos após a menarca acontece um período de crescimento acelerado. Há alguma mudança na alimentação que pode favorecer esse “estirão”?

Ana Carolina: Sim! Uma alimentação rica em cálcio e vitamina D, além da redução de alimentos que podem acarretar na produção de hormônios, como gordura dos frangos. O ideal é focar na alimentação orgânica, sem agrotóxico. Além disso, evitar tudo o que interfere no metabolismo natural, como chocolate, refrigerante. Quisera nossas crianças já não conhecessem esses alimentos. Como elas conhecem, desde cedo deve haver o controle e, nessa fase, um controle ainda maior.

 

Ana Carolina Moraes Costa
Nutricionista
CRN 26367

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fale comigo...

Seu e-mail foi enviado com sucesso.

© Copyright 2016.

Todos os direitos reservados.